Novo acordo alfandegário envolve Chile, México, Peru e Colômbia

Brasil não participará de acordo alfandegário, que deve movimentar, ainda mais, o comércio exterior dos referidos países.

Chile, México, Peru e Colômbia preparam acordo alfandegário ambicioso

Por Cesar Felício | Valor Econômico

SANTIAGO – A chamada “Aliança para o Pacífico”, envolvendo Chile, México, Peru e Colômbia, deve concretizar até o fim do primeiro trimestre um acordo alfandegário que envolverá 90% do comércio entre os países. O anúncio foi feito na noite de domingo pelo presidente do Chile, Sebastián Piñera, que se encontrou com os chefes de Estado dos outros países durante a cúpula da Celac, a comunidade de Estados latino-americanos e caribenhos, realizada em Santiago.

Piñera afirmou ainda que será divulgado um cronograma para os 10% dos produtos restantes. “Também vamos avançar na livre movimentação de investimentos e de compras públicas entre nossos países”, disse o dirigente. O chileno afirmou ainda que o Japão e a Guatemala passarão a fazer parte da aliança na condição de observadores.